Dicas Lojas

Como abrir um restaurante para vender apenas no delivery

Se você quer estar na lista de melhores restaurantes com delivery, então você precisa aprender como criar uma cultura de excelência no seu negócio desde o início. Ou seja, precisa entender como abrir um restaurante para vender apenas no delivery do jeito certo, sem desperdiçar recursos e otimizando o seu crescimento da melhor maneira possível.

Isso é importante pois todas as empresas no Brasil passam por algumas dificuldades financeiras e obstáculos. Na prática, existe uma “barreira” de cinco anos que mata 60% de todos os negócios que são criados no Brasil. Ou seja, a cada 10 novas empresas, somente 4 delas conseguirão se manter abertas em cinco anos. Isso inclui, claro, restaurantes e bares, que já tem uma margem de lucro baixa.

Portanto, se você quer ter sucesso no seu empreendimento alimentício, precisa descobrir como abrir um restaurante para vender apenas no delivery do jeito certo. Quer aprender? Então siga a leitura do artigo abaixo com atenção!

Como abrir um restaurante para vender apenas no delivery em 5 passos

1. Entenda qual a burocracia para o setor

O primeiro passo para conseguir abrir um restaurante para vender apenas no delivery é entender a burocracia para isso. Na prática, o tempo para abrir uma empresa no Brasil caiu muito, mas ainda é um processo bastante demorado.

No caso de restaurantes, que trabalham com risco para a saúde na preparação dos pratos e apresentam riscos de incêndio e ferimentos para os trabalhadores, a burocracia é ainda maior.

E ela é necessária mesmo que você trabalhe apenas para delivery. Claro que você não precisará cumprir algumas coisas, como ter espaços específicos para os seus clientes, mas ainda terá de seguir regras sanitárias e de estrutura. Portanto, faça uma pesquisa rápida e entenda quais são os passos básicos burocráticos para abrir seu restaurante, incluindo a abertura de CNPJ, os requisitos para fazer contratações e tudo mais.

2. Decida qual infraestrutura você precisará

Com a parte burocrática resolvida, é hora de entender qual a infraestrutura que você precisará. Para isso, existem duas opções básicas: a de trabalhar em uma cozinha compartilhada (que vários restaurantes só de delivery compartilham) ou ter uma própria.

A primeira tende a ser mais barata no curto prazo, mas a segunda traz mais vantagens no longo prazo. Depende muito do que é mais interessante para você e do seu planejamento, claro.

É vital, no entanto, que o local esteja localizado perto de regiões altamente residenciais ou com muita densidade populacional. Afinal de contas, os aplicativos usam a localização do seu restaurante e o tempo de entrega para decidir quem verá seus produtos. Assim, você precisa estar próximo do público para conseguir mais pedidos. E por falar neles….

3. Esteja nos principais apps de delivery

Os melhores restaurantes com delivery do mercado estão nos principais aplicativos do país, como o Rappi, iFood e Uber Eats. A ideia é que você também esteja (e, quanto mais apps, melhor).

É claro que você precisará pagar uma taxa de serviço para usá-los, mas eles já contam com toda a estrutura que você precisará. Depois que você tiver uma clientela fixa, talvez valha a pena criar um app próprio e uma estrutura individual, mas no começo é vital usar essa estrutura já pronta.

Além disso, entenda como os algoritmos dos aplicativos funcionam e use isso em seu favor. Por exemplo, eles privilegiam os restaurantes com melhores avaliações e menor tempo de preparo dos pratos. Por isso, otimize seu tempo de produção e estimule avaliações positivas dos seus clientes. Isso é importante para se destacar mais nas plataformas.

4. Monte um cardápio inteligente para crescer

Quando for montar um cardápio para o seu delivery, seja inteligente e trabalhe com opções que dão mais certo dentro desse tipo de negócio. Por exemplo, itens muito molhados tendem a não ser muito bem aceites porque a entrega pode gerar problemas. Se for trabalhar com eles, tenha potes especiais ou soluções para evitar situações desagradáveis.

Além disso, lembre-se de que muitas opções podem complicar a escolha do consumidor no app. Portanto, seja simples e foque apenas em alguns produtos específicos, talvez alguns combos. Enfim, limite as opções para ser realmente muito bom em tudo e não ter várias opções, mas um serviço mediano em todas.

5. Analise dados e otimize sua gestão

Por fim, entenda que o trabalho de um restaurante apenas de delivery é uma questão de otimização constante, Você precisará ver seus dados com frequência, entender o que está funcionando e o que não está para fazer ajustes. Por isso, acostume-se a ler relatórios e a tirar insights preciosos deles. Isso fará toda a diferença no longo prazo.

Pronto! Agora que você já viu como abrir um restaurante para vender apenas no delivery, poderá seguir essas dicas para conseguir colocar em prática a sua estratégia de mercado. Não esqueça que, hoje em dia, é possível se manter com um restaurante só para delivery sem grandes dificuldades, desde que você saiba como atuar do jeito certo.

E aí, qual tipo de restaurante você planeja criar? Comente abaixo!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.